Pular para o conteúdo

Dançarino atingido por telão fala pela primeira vez após acidente

Mo Lee Kai Yin, de 27 anos, dançarino do grupo coreano Mirror, falou pela primeira vez desde o acidente que sofreu no final de julho deste ano. O artista foi atingido por um telão de LED durante um dos shows da turnê do grupo.

Até o momento, o artista foi submetido a três cirurgias: duas no pescoço para descomprimir e estabilizar duas seções de sua coluna cervical e uma traqueostomia. Segundo o jornal South China Morning Post, o artista sofreu uma lesão em três vértebras, porém, duas delas ficaram completamente danificadas.

Os fãs passaram a saber sobre a situação de Mo Lee pelas redes sociais do pai, Derek Li Shing-lam. Mas, desta vez, diferente de atualizações sobre seu estado, ele passou uma mensagem do filho para os fãs:

Os médicos caracterizam o estado dele como grave, mas consideram isso um avanço visto que antes estava listado como crítico. Por fim, Derek ainda afirmou ter esperanças da melhora da habilidade motora e nervos sensoriais do filho, embora os haja apenas 5% de chance da recuperação completa dessas regiões.

Após 45 dias hospitalizado na UTI, tudo indica que Kai-yin fique tetraplégico, ou seja, perderá os movimentos do pescoço para baixo, devido às sequelas do acidente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.